Estamos Localizados a 11km do centro de Caxambu, sendo 7km de estrada de terra em boas condições e bem sinalizada. Estrada do Vale Formoso Km 7

Lat -21.9072    Long -44.9107

chegar.png

CONTATO

 (11) 99629-9597
(Atendimento via WhatsApp – Guilherme Picolo)

© 2020 Chalés de Minas

Considerada a maior rota turística do país, com mais de 1.630 quilômetros
de extensão, passando por 3 estados (Minas Gerais, Rio de Janeiro e São
Paulo), a Estrada Real resgata a história do percurso valorizando a
identidade e as belezas da região. A sua história inicia em meados do
século 17, quando a Coroa Portuguesa decidiu oficializar os caminhos
para o trânsito de ouro e diamantes de Minas Gerais até os portos do Rio
de Janeiro. Essas trilhas que foram delegadas pela realeza ganharam o
nome de Estrada Real. São 1.630 km formados por 177 municípios, sendo 162
em Minas Gerais, 8 no Rio de Janeiro e 7 em São Paulo.
São inúmeras opções de rotas que podem ser feitas. Para quem não tem tempo de
fazer todo o percurso, já que são mais de 1600 km no total, é possível fazer trechos
do caminho que já são pré determinados e contam com a infra estrutura necessária.
E há lugares para todos os gostos, desde cidades históricas maravilhosas como
Ouro Preto, Diamantina e Paraty, regiões montanhosas como a Serra do Mar e a
Serra da Mantiqueira onde além do montanhismo há diversas opções de
ecoturismo e turismo de aventura, passando pelo circuito das águas de Minas
Gerais, locais místicos como São Tomé das Letras, dentre outros vários lugares
que valem à pena serem conhecidos. O percurso é tão longo que você pode
escolher fazer um trecho de clima mais ameno (Sul de Minas na Serra da
Mantiqueira) como em lugares bem mais quentes como Ouro Preto e Diamantina.
Além disso, o percurso pode ser feito de diversas maneiras. Há travessias já
organizadas turisticamente para fazer o caminho da Estrada Real à pé, ou pelo
menos parte dele. Também é possível fazer de bicicleta (que vem se tornando
muito popular), de cavalo também é um meio de transporte que vem se
popularizando na Estrada Real, já que a Estrada passa por Cruzília no Sul de
Minas, cidade que é o berço da principal raça de cavalo brasileira, o Mangalarga
Marchador.
Porém a maneira mais tradicional de fazer o caminho da Estrada Real é de carro,
preferencialmente um 4x4 já que em alguns trechos carros comuns não passam,
por isso é importante se informar sobre o trecho que quer fazer, caso não tenha um
veículo 4x4.
A Estrada Real inicialmente saia de Diamantina destinando até Paraty no RJ,
conhecido como Caminho Velho. No entanto devido aos saques que haviam no
trajeto marítimo de Paraty até o Rio de Janeiro, foi feito um Caminho Novo, que ia
direto de Diamantina para a cidade do Rio de Janeiro. Há também o caminho dos
Diamantes que liga a cidade de Ouro Preto à Diamantina com várias opções de
ecoturismo. Segue abaixo um breve descritivo dos trechos mais importantes da
Estrada Real:

 

Caminho Velho
O caminho velho foi a primeira rota aberta oficialmente pela Coroa Portuguesa
entre o litoral do Rio de Janeiro e a região das minas, são 700 km saindo de Paraty,
passando pela Serra da Mantiqueira, pelo circuito das águas de Minas e algumas
vilas que hoje se transformaram em cidades de médio e grande porte, chegando em
Ouro Preto.

 

Caminho Novo
Criada para ser outra alternativa ao caminho velho da Estrada Real, essa via foi
criada para melhorar a acessibilidade de novos trabalhadores e equipamentos para

extração de ouro e diamante. Túneis, chafarizes e algumas fazendas que hoje se
transformaram em meios de hospedagem são encontrados no percurso. Essa é uma
ótima forma para que os turistas conheçam um pouco mais sobre as construções e
os costumes do século 18 e 19.
Caminho dos Diamantes
Estrada que liga Diamantina a Ouro preto, possui 350 km e passou a ser importante
após 1729, quando as pedras preciosas de Diamantina ganharam destaques nas
economias brasileiras e portuguesas. No caminho é possível conhecer o Parque
Nacional da Serra do Cipó, uma reserva da Serra do Espinhaço com muitas
cachoeiras e paredões que permitem atividades como rafting, montanhismo,
mountain bike, trekking e uma ótima viagem de carro passando entre pequenas
cidades e vilarejos.

 

Abaixo segue uma estimativa de tempo gasto para fazer todo o percurso nas
diferentes possibilidades mencionadas acima:
● Caminho Velho: Bicicleta: 15 dias / Caminhando: 48 dias / Carro: 4×4: 8 dias
● Caminho Novo: Bicicleta: 11 dias / Caminhando: 35 dias / Carro 4×4: 6 dias
● Caminho dos Diamantes: Bicicleta: 8 dias / Caminhando: 27 dias / Carro 4×4: 4
dias

  • Black TripAdvisor Icon
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon